Evento marcou uma nova era na educação de Mato Grosso com a chegada dos materiais educacionais do programa SIMROBÓTICA®, no dia 5 de julho, em Cuiabá/MT. Mais de 150 convidados estiveram presentes, entre representantes da SIM Inova®, das Secretarias de Educação, das Diretorias Regionais de Educação, da Superintendência de Educação Básica, professores e estudantes da rede estadual de ensino.

O coordenador educacional, Cainã Godoy, e o head de marketing William Correa, apresentaram o evento que reuniu educadores de todo o estado. Nesta foto, exibem o Kit LEGO® Spike Prime, que os estudantes utilizarão nas aulas de robótica.

Mais de 25 mil estudantes de 48 escolas estaduais terão aulas que estimulam o pensamento computacional e ensina habilidades e competências importantes para desenvolvimento humano e tecnológico, por meio de uma metodologia ativa que utiliza os conjuntos educacionais do LEGO® Education, materiais educacionais do SIMROBÓTICA® e tablets com um aplicativo que auxiliará nas montagens com LEGO® Spike Prime.

Secretário de Estado da Educação de Mato Grosso, Alan Porto, falou da importância da educação tecnológica nas escolas

“É por vocês, que a gente acredita em educação pública de qualidade”, disse o Secretário aos estudantes presentes no evento. “Acreditamos que todos nós, como gestores, trabalhamos para colocar o sonho de vocês em realidade, é isso que estamos fazendo aqui, é para vocês”.

“Estamos preocupado com a trajetória de vida de vocês, além da educação, queremos que coloquem em prática tudo o que vocês sonharam, e lá na frente, vocês olharem para trás e falar assim: ‘poxa, como valeu a pena, como valeu a pena cada esforço, cada momento que me dediquei e me esforcei’

Alan Porto

Porto também destacou que a educação é uma das prioridades do governo, e em três eixos fundamentais na educação: infraestrutura, tecnologia e pedagógico. “Temos que garantir o futuro dos estudantes para as novas profissões”, afirma.

“A robótica não está apenas nos filmes de ficção, cada vez mais está do nosso lado, ela está na medicina, no agronegócio, no campo, então cada vez mais a robótica está presente em nossas vidas”, exemplificou o secretário, que também reforçou que a robótica vai além de programar um robô: “Desenvolve habilidades, trabalho em equipe, raciocínio lógico…. a robótica vai além de matemática, pois desperta outras competências socioemocionais importantes”.

Educadores interagiram durante todo o evento.

Nada monótono, os apresentadores abriram espaço para que todos opinassem sobre suas percepções sobre a robótica educacional, as metodologias adotadas, sobre o aprendizado significativo. Haviam educadores que fizeram uma viagem de mais de 1000km para saber mais sobre a robótica educacional implantada no estado.

A aprendizagem criativa desenvolve habilidades além da robótica.

Com metodologias ativas e com um plano de aula bem desenhado, os estudantes desenvolvem importantes e diferentes habilidades e competências. As atividades realizadas ainda fazem sentido no dia a dia das pessoas, como é o caso da aula que cria e programa uma cancela automática — que está presente em diversos estabelecimentos comerciais —, o que enriquece o aprendizado e o torna mais significativo. São atividades que os permitem ver e entender como a robótica está presente em nossa rotina.

Público participou ativamente do evento e esclareceram as dúvidas que surgiram.

O evento apresentou como funciona o programa de robótica educacional da SIM Inova, o SIMROBÓTICA®, que utiliza de metodologias ativas para enriquecer o aprendizado dos estudantes. No hall de entrada, algumas montagens utilizadas em aula estavam expostas e em funcionamento, mostrando uma prévia do que os estudantes construirão durante as aulas.

Assista ao vídeo exibido durante o evento

Ao longo do evento, quatro estudantes da Escola Estadual Professor João Crisostomo de Figueiredo, da capital mato-grossense, tiveram a primeira vivência de aula. Adson Moraes, João Vitor, Rhuan Kenedy e Vitor Lucas foram os primeiros estudantes da rede estadual de ensino a terem contato com a robótica e programaram, naquele momento, uma cancela automática feita com os conjuntos do LEGO® Education.

Estudantes e professores vivenciaram uma aula durante o evento.

Professores acompanharam a vivência e se envolveram na robótica a fim de auxiliarem os estudantes no desafio proposto. Embora fosse o primeiro contato com o SIMROBÓTICA®, eles conseguiram programar e fazer a cancela funcionar perfeitamente após os ajustes necessários. “Foi divertido até quando não deu certo e vocês descobriram maneiras diferentes de fazer”, afirmou o Coordenador Educacional, Cainã Godoy, que mediou a vivência de aula, sobre as risadas dos estudantes quando a primeira tentativa não funcionou.

“Parabéns meninos, pela presença e atitude na vivência de aula, por termos dividido este momento com vocês. E aproveitem, nós não tivemos isso na nossa época.”

Professora de Ciência, Carinna Pires, de Várzea Grande/MT, sobre sua função de professora, mediadora e participante do processo.

“Os estudantes se envolvem e vão fazendo por descobertas, pois os blocos são intuitivos e se aprende com os erros, em que permite desenvolver a criatividade e se descobre outras coisas, algo muito importante no aprendizado”, afirmou o professor Beine José da Silva, destacando que a robótica permitirá o desenvolvimento e a interação entre os estudantes e as disciplinas.

Cainã media a vivência de aula para os estudantes e educadores no palco, no telão, é possível visualizar a programação que os estudantes fazem e o protótipo da cancela automática com LEGO® Education.

Já a professora Maria Antônia, da Escola Estadual do Campo Santa Claudina (Santo Antônio de Leverger/MT), afirmou a importância da robótica nas escolas por envolver os estudantes e por abrilhantar o ensino, destacando, além disso, a capacidade de lidar com frustrações de forma leve, divertida e produtiva durante as aulas. “É errando que se aprende e daqui a pouco vocês constroem uma retroescavadeira por isso”, disse aos estudantes, parabenizando-os. “Olha quantas ideias surgiram com alguns erros e isso é muito importante para que a gente tenha novas ideias para colocar em prática”.

Durante o evento, apresentadores fizeram uma chamada de vídeo com os educadores que passavam pela capacitação da SIM Inova®.

Como parte do plano de desenvolvimento, os educadores da rede estadual de ensino participarão de uma ampla capacitação da SIM Inova®, que irá prepará-los para a vivência das aulas de robóticas nas turmas do Ensino Fundamental e Ensino Médio. O projeto também conta com orientadores educacionais especialistas em robótica que acompanharão os professores ao longo do ano letivo.

Outro grande anúncio foi a realização do Festival de Robótica de Mato Grosso, programado para o segundo semestre de 2023

Compartilhe nosso post :)